2029: Ano em que o Câncer será a Primeira Causa de Morte no Brasil

Posted on

Desde 1975, quando o Ministério da Saúde desenvolveu e implantou o Sistema de Informações sobre Mortalidade, conhecido como SIM, os estudos epidemiológicos apontam as Doenças do Aparelho Circulatório como a principal causa de morte no Brasil. No entanto, os óbitos por Neoplasias vem crescendo a uma velocidade maior do que os óbitos por Doenças do Aparelho Circulatório. Na prática, isso significa que, em um determinado momento no médio e longo prazo, o câncer será a primeira causa de morte no país. Assim, a pergunta que desafia a todos os gestores, pacientes e cidadãos brasileiros é: quando isso acontecerá?

Resultados da projeção de mortalidade 2014-2040

De acordo com a projeção de mortalidade realizada utilizando o software Tableau, a taxa de mortalidade por Neoplasias irá superar a taxa de mortalidade por Doenças do Aparelho Circulatório entre os anos de 2028 e 2029. Em 2028, 117 pessoas a cada 100 mil habitantes morrerão por doença cardiovascular e outras 114 pessoas a cada 100 mil habitantes morrerão por câncer. Já em 2029, 113 pessoas a cada 100 mil habitantes morrerão por doença cardiovascular enquanto que 115 pessoas a cada 100 mil habitantes morrerão por câncer.

De acordo com a estimativa, portanto, se não houverem medidas efetivas na prevenção e controle do câncer, a partir do ano de 2029 haverá mais brasileiros, entre homens, mulheres e crianças, que morrerão com algum tipo de câncer do que com algum tipo de doença cardiovascular.

Sobre a projeção de mortalidade

A projeção de mortalidade foi realizada ao longo do tempo entre os anos de 2014 e 2040 utilizando a taxa de mortalidade padronizada pela população mundial, com base na série histórica dos dados de óbitos captados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade do período entre 2000 e 2013 e nos dados da projeção da população residente segundo o IBGE. A taxa de mortalidade é calculada pela divisão do número absoluto de óbitos por neoplasias malignas pela população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

A taxa de mortalidade estima o risco de morte pela doença ou grupo de doenças, dimensiona a sua magnitude como problema de saúde pública, mais especialmente para os casos mais graves, e expressa também as condições de diagnóstico e da assistência médica dispensada.

Fonte dos dados:
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM). Disponível on line em: http://www2.datasus.gov.br/.
IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estimativas Populacionais. Disponível on line em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/estimativa2013/serie_2001_2013_tcu.shtm.