CÂNCER COMO A PRIMEIRA CAUSA DE MORTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

O câncer é uma importante barreira para o aumento da expectativa de vida em todos os países do mundo (1). Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2019 o câncer é a primeira ou segunda causa principal de morte antes dos 70 anos em 112 dos 183 países (2). No Brasil, o câncer é considerado a segunda principal causa de morte desde 2003. No ano de 2020, com a pandemia da Covid-19, o câncer foi considerado a terceira causa de morte no país (229.300) ficando atrás apenas das doenças do aparelho circulatório (357.741) e doenças infecciosas e parasitárias (267.287) (3).

Método

Estudo descritivo baseado em dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS) no ano de 2020.

Resultados

O câncer é a principal causa de morte em 606 municípios brasileiros (10,9%), representando aumento de 90 municípios (17,4%) quando comparado ao último levantamento realizado pelo Observatório de Oncologia com dados de mortalidade de 2015 (4).

A maior parte das cidades onde o câncer já é a principal causa de morte está localizada em regiões mais desenvolvidas do País, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) são maiores. Dos 606 municípios onde os tumores matam mais, 83% ficam no Sul (326) e Sudeste (176) do país. O Rio Grande do Sul é o estado com o maior número de municípios que já apresentam o câncer como primeira causa de morte – 168 de 497 (33,8%).

Ao todo, estes municípios concentram uma população total de 8,6 milhões de habitantes. Dez municípios são considerados de grande porte (mais de 100 mil habitantes), sendo Porto Alegre (RS) o mais populoso deles, com quase um milhão e meio de habitantes. Outros 40 são de médio porte (com população entre 25 mil e 100 mil) e a grande maioria (556) são pequenos municípios, com menos de 25 mil habitantes.

Enquanto em todo o país as mortes por câncer representam 14,7% do total de óbitos, no sul do país esse índice chega a 19,6%. Apesar disso, foi a região Sudeste que apresentou maior aumento no número de municípios onde o câncer é a primeira causa de morte. Em 2015, 140 municípios da região Sudeste tinham câncer como primeira causa de morte, enquanto em 2020 esse número subiu para 176, representando aumento de 25,7%.

No Brasil, as doenças do aparelho circulatório, como AVC, ainda são responsáveis pela principal causa de morte no país, mas o número de mortes por tumores cresce em maior velocidade. No ano de 2020 foram registradas 229.300 mortes por câncer e 357.741 por doenças cardiovasculares. Esses óbitos, quando comparados aos dados de 1996, evidenciam um aumento de 122% nas mortes por câncer e de 43% por causas cardiovasculares.

 

Fonte dos dados

SIM – Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM);

Estimativas populacionais por município – Estimativas preliminares elaboradas pelo Ministério da Saúde/SVS/DASNT/CGIAE

 

Referências

  1. Bray F, Laversanne M, Weiderpass E, Soerjomataram I. The ever-increasing importance of cancer as a leading cause of premature death worldwide. Cancer. 2021 Aug 15;127(16):3029-3030. doi: 10.1002/cncr.33587. Epub 2021 Jun 4. PMID: 34086348.
  2. Sung H, Ferlay J, Siegel RL, Laversanne M, Soerjomataram I, Jemal A, Bray F. Global Cancer Statistics 2020: GLOBOCAN Estimates of Incidence and Mortality Worldwide for 36 Cancers in 185 Countries. CA Cancer J Clin. [periódico online]. 2021 may [acesso em 18 agosto 2021]; 71(3): 209-249. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33538338/
  3. Ministério da Saúde [Internet]. Departamento de Informática do SUS – DATASUS. Informações de Saúde. Estatísticas Vitais. Sistema de Informação sobre Mortalidade. Disponível em: https://datasus.saude.gov.br/mortalidade-desde-1996-pela-cid-10.
  4. Observatório de Oncologia. Câncer como a primeira causa de morte nos municípios brasileiros. Disponível em: https://observatoriodeoncologia.com.br/cancer-como-a-primeira-causa-de-morte-nos-municipios-brasileiros-em-2015/