DESTAQUE: Acesse nossos INDICADORES DE ONCOLOGIA

Indicadores de Câncer Feminino

O câncer de mama é o segundo mais comum entre as mulheres, depois das neoplasias de pele não melanoma, correspondendo a quase 30% dos novos casos de câncer diagnosticados anualmente em mulheres brasileiras, sendo também a maior causa de morte na população feminina, com taxa de mortalidade de cerca de 15 para 100.000 mulheres. A evolução no aumento de casos no Brasil segue a tendência mundial, com estatísticas do Instituto Nacional do Câncer de cerca de 60 mil novos casos para 2019.

É sabido que quanto mais precoce o estadiamento, mais brandos os tratamentos e maiores as chances de cura. Apesar do incentivo ao diagnóstico precoce, via campanhas de rastreamento, o Brasil ainda se encontra com altas taxas de diagnóstico em estágios avançados. Quando o diagnóstico ocorre em estágios iniciais, a sobrevida em 5 anos varia entre 93 a 100%, e em estágios mais avançados não passa dos 70 a 72%.

São necessárias ações de promoção à saúde da mulher relacionadas ao câncer de mama, para potencializar o diagnóstico precoce da doença. Somente com ações de promoção em saúde preventiva e educação em diagnóstico precoce, conseguiremos reduzir as taxas de diagnóstico em estágios avançados.

Os dados deste Dashboard de Câncer Feminino nos mostram:

  • O número total de casos no Brasil segue aumentando conforme a tendência mundial;

  • Houve aumento de pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS), mais de 3 milhões de pessoas migraram dos planos de saúde para a saúde pública;

  • Altos índices de diagnóstico em estágio III;

  • Necessidade de intervenções em promoção da saúde e educação permanente, visando a conscientização para rastreamento e diagnóstico precoce.