DESTAQUE: Acesse nossos INDICADORES DE ONCOLOGIA

Indicadores da Oncologia

Monitorar a qualidade e quantidade dos serviços de saúde é imprescindível para o planejamento de atividades pelos gestores em saúde, buscando ampliar o acesso aos tratamentos e melhorar os desfechos clínicos. Por isso, constitui-se um princípio da vigilância do câncer, do monitoramento e da avaliação no âmbito da Política Nacional para Prevenção e Controle do Câncer (PNPCC), a organização por meio da informação, identificação, monitoramento e avaliação das ações de controle da doença e de seus fatores de risco e proteção. Ao promover a produção de dados sobre Oncologia é possível mensurar o seu desempenho pela PNPCC, assim como o direcionamento estratégico dos gestores na melhoria do atendimento à sociedade.

Para o cumprimento desses princípios e para subsidiar melhores práticas de gestão em saúde, o Movimento TJCC definiu 16 indicadores para a Oncologia no Brasil, visando contribuir com todos os interessados no tema. A construção e revisão dos indicadores se desenvolvem por interação dos dados abertos (Ministério da Saúde, DataSUS, Registros de Câncer e Informações da ANS) com representantes do governo, sociedade civil organizada, universidades e o setor privado. A aprovação final dos Indicadores de Oncologia ocorre com amplo processo de discussão e consultas aos grupos de trabalho, conferindo legitimidade ao produto.

Abaixo, apresentaremos os seguintes indicadores:

  1. Mortalidade padronizada (por tipos e comparação do câncer com as demais causas);
  2. Incidência consolidada;
  3. Número de CACON e UNACON com as informações:
    Número de leitos para Oncologia;
    Número de aparelhos de radioterapia;
    Tipo de gestão;

 Em breve, os publicaremos os demais indicadores. Fique por dentro das informações em: https://todosjuntoscontraocancer.com.br/declaracao

ÓBITOS

INCIDÊNCIAS

ESTRUTURA DE ATENDIMENTO